ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

FESTA SURPRESA PARA ROBERTO ACRUCHE

No bolo uma das belas Trovas de autoria de Roberto Acruche















Amigos e familiares








































Membros da Academia Pedralva Letras e Artes organizaram em sua sede no Palácio da Cultura em Campos dos Goytacazes-RJ, festa surpresa comemorativa ao aniversário de Roberto Acruche.






































Parabéns é muito pouco...
eu quero mais muito mais
porque neste mundo louco
ser feliz é bom demais!

Hoje é festa em São Francisco,
um dia comemorado...
mas no seu niver, me arisco,
tinha é de ser feriado!


FLORI FERNANDES PERES-

Amigo Roberto você que está sempre pronto a desviar-se do seu caminho para dar uma mão a alguém que precise, sempre disponível para trabalhar mais ou ajudar a "desenrascar" qualquer coisa que precise de ser feita... e bem feita! Pois o que sai das suas mãos e da sua criatividade é sempre bom e belo...
Como pessoa e como Amigo é do melhor que há e é por isso que daqui lhe mandamos um abraço ENORME e os nossos desejos de que o seu aniversário lhe traga Saúde, Felicidade e a Realização pessoal e Espiritual que vc merece, Parabéns

Renato Chagas

Parabéns!!

Agradeço a Deus pelo prolongar da existência de um ser de inestimáveis valores morais e humanos...

Que Deus possa derramar uma chuva de benção na sua vida!


José Ouverney

Saudando esse irmão de rima,
deixo que a emoção me puxe
e, em nome da velha estima,
abraço Roberto Acruche!

Parabéns, companheiro de sonhos e irmão de estrada! Abraço festivo



Homenagem ao Amigo

Roberto Acruche

Neiva Fernandes

Hoje é seu aniversário

e nós ganhamos presente,

esse amigo extraordinário

que vive sempre contente.

Roberto, você é luz

na vida de quem o ama;

o seu amor que conduz,

perdoa e jamais reclama.

Agradeço sempre a Deus

por ter a sua amizade

que amplia nos dias meus

o amor e a felicidade.

Deus lhe dê, querido amigo,

a paz que você deseja

e que seja o seu abrigo

e o ilumine e proteja.



ACRUCHE

Gleyde Costa

Você meu amigo querido

tem toda minha admiração

por tudo que você escreve

por sua dedicação.

Hoje eu estou aqui

para lhe dar parabéns

pelo seu aniversário,

por ser um homem de bem.

Também lhe parabenizo

por esta família linda,

sua esposa tão amiga

que entre nós, será sempre bem vinda.

Meu querido amigo,

o nosso Café Literário

não teria o mesmo brilho

sem você no seu cenário.

Feliz Aniversário Roberto Acruche

Vitória Rangel França


Ter amigo é gostoso!

Ontem foi o dia do amigo.

Hoje é seu aniversário

E comemoramos contigo!

É divertida uma festa,

Se para o aniversariante é surpresa.

Ele comovido recebe os convidados

E na festa tudo se torna beleza.

Peço para você amigo Acruche

E para todos que aqui estão

Que Deus nos ilumine sempre

E haja alegria em nosso coração.

É sempre gratificante

Com alguém compartilhar

Os seus momentos de glória

Com paz e harmonia em seu lar!


Saudação a Roberto Acruche

Sueli Maria Vasconcelos de Azevedo Petrucci

Presidente da Academia Pedralva Letras e Artes.

Sempre que vou cumprimentar, parabenizar, festejar um amigo, tenho certeza que tarefa fácil não terei. Mais ainda quando esse amigo é um poeta e dos bons, a tarefa é ainda mais difícil, exige sensibilidade maior, e mesmo sabendo que não alcançarei seu talento poético, eu tento.

Esse amigo que hoje festejamos é para mim deveras especial, pois somos filhos da mesma terra, terra de gente intensa, terra abençoada e farta, e irrigada pelo Rio Paraíba do Sul, onde o pôr do sol é infinito e distinto, destino traçado de um verbo imperativo chamado gente. Gente temida e destemida, onde lei é chamada trabalho, terra de pontes, lendas, pescadores, conhaques, carolas, carteados e bebedeiras, mas que em qualquer estação, sob o aplauso sorridente, descaradamente brilhante, uma Lua nascida sob as bênçãos da Penha, sanjoanense, transcende as águas turvas de um gigante e maltratado Rio, em um espelho de cristal.

E foi assim que o poeta declarou-se à sua terra... “Eu sabia que te amava! Só não sabia que era tanto. E quando cheguei e pude ver-te outra vez, aí foi que meu pranto revelou o tanto que eu não sabia...” Nessa viagem ele se transporta e vai poetizando seus sonhos, pois “...são imagens tão bonitas que não podem ser ditas sem que o peito sinta o choque da emoção...” “...e mesmo estando distante, não a esqueço, um só instante, está esculpida na memória.”

Embora tenha construído, a “Arca dos Sonhos”, vivido o “Amor Eterno”, mesmo com ... “Destino Cruel...” sorveu “... A Última Gota...” e disse: “Beija-me...” como que um náufrago desejou voltar para o seu refúgio, que ele chama de “... A Nossa Casinha...” , talvez lembrando do “...Fogo de Paixão...”, então desperta e continua o passeio por sua terra descrevendo de forma magnífica cada passo “...caminhei por tuas ruas e chorei em cada uma delas. Olhei cada praça, cada igreja, cada canto... Parei em cada esquina... Em cada uma deixei meu pranto... E quando sentiu as lágrimas quentes desse pranto rolarem, pensou.” ... “Quantas lembranças trago do mar, das pescarias, das festas da Penha, de muitos dias de alegria...”

Quando enfim de volta ao presente, desafiou-o uma conversa com alguém que estava todo o tempo junto dele e de forma corajosa puxou a cadeira e disse, vem cá “Meu Espelho...” “...Não é o passado que me assusta... é o presente! ... Esse presente sem prorrogação, motivação, sem meios de recuperação para efetivação de tantos sonhos que ainda vivo sonhando...”

Amigo, desejo que continue sonhando muito e por muito tempo. Só assim você vai continuar poetizando cada vez mais e, por favor, esqueça a “...Desventura...”, a “...Ausência...”, as ...Brumas da Velhice...”, o “...Descompasso...” e os “... Olhos Molhados...”

Parabéns!

Seja feliz, muito feliz.

21/07/2010.

Foi uma festa cheia de homenagens, com prununciamentos de amigos e acadêmicos, como: Agostinho Rodrigues, José Gurgel, Carlos Augusto Alencar, Thelmo Albernaz; a participação de Cantores e Cantoras: Geraldo Linhares; Geane; Gleyde, da amiga Maria Berenice, do amigo Capitão Gildo, entre tantos outros que foram homenageá-lo.

0 comentários:

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online