ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO ACRUCHE FAZENDO TROVAS E POESIAS



MARI
Autor: Roberto P. Acruche
Quando caminhávamos
De mãos unidas
Pelas ruas e enamorados
Éramos dois corações apaixonados,
Ainda sem conhecermos as volúpias do amor!
Beijamo-nos, e foi o primeiro beijo,
Talvez o primeiro desejo
Insinuando tantos outros.
Como foi doce e gostoso!
Ela tinha mel nos lábios
Açúcar em sua boca.
Mas ainda não conhecíamos as volúpias
loucas do amor!
Abraçava-nos...
E como eram bons os nossos abraços!
Sentia o seu corpo ainda de menina...
Às vezes trêmula de emoção,
As batidas de seu coração,
Os suspiros, demonstrando seus primeiros desejos,
Que acabavam sufocados pelos beijos,
Cada vez mais doces e prolongados.
Éramos assim:
Cheios de ternura,
Apaixonados, enamorados!
Ainda não havíamos descoberto as volúpias
loucas do amor!
Trocávamos carinhos...
Ela carinhosamente
Delicada e suavemente
Tocava-me o peito
Com as pontinhas dos dedos.
Prazerosamente deixava que continuasse
A descobrir o meu corpo.
Quis retribuir o gesto,
Mas confesso:
Com medo que viesse a rejeitar,
Abracei-lhe pra disfarçar meu desejo
E mais uma vez o beijo
Sufocou os nossos primeiros anseios.
Começávamos a descobrir as volúpias
loucas do amor!
Em nova troca de carinhos
Toquei seus seios devagarzinho
Deixando-a sentir minhas mãos
Cobrir o seu peito.
Olhou-me, com um olhar mais aberto,
Talvez assustado, espantado,
E diante de nossos olhares trocados
Deu um sorriso leve,
Com os lábios trêmulos;
Fechou os olhos, cingiu-me em seus braços,
Beijou-me com ternura
Entrelaçamo-nos em abraços
Confiou-me o seu sonho
Com o rosto risonho...
E nos entregamos conscientemente
Sentindo um agradável arrepiar,
Que nos trouxe à tona o sabor...
De descobrirmos juntos...
As volúpias loucas do amor!

A TODOS OS MEUS AMIGOS...

Os nossos corações pulsam mais forte dentro do peito neste momento mágico comemorativo ao nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo.
O Espírito de solidariedade, fraternidade e amor, aflora em cada um de nós.
E a alegria de desejar a todos, um Feliz Natal, soa em nossos corações como sinos de Belém.
Assim é que sinto neste momento; meu coração vibrando com o som da felicidade em poder lhe dizer:
FELIZ NATAL!
Abraços... Roberto Acruche

ROBERTO ACRUCHE PARTICIPA DE REUNIÃO QUE DISCUTIU SOBRE A SEGURANÇA MUNICIPAL


O Prefeito Pedro Cherene convocou várias autoridades para uma ampla discussão em busca de solução para as questões relacionadas a segurança pública. Foi um debate longo onde todas as questões realacionadas foram enfocadas. Roberto Acruche, Secretário Municipal de Planejamento e Obras, fez entre os demais, importante pronunciamento a respeito.

IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA (história de S. Francisco)

A Igreja de São Francisco de Paula, situada na Praça do mesmo nome, no centro da cidade de São Francisco de Itabapoa, foi inaugurada no dia 02 de abril de 1951. Sua construção durou quatro anos. Esta Igreja substituiu a que foi construída a apartir do ano de 1853, inaugurada em 1856, no mesmo ano em que foi instituída a Freguesia, hoje cidade de São Francisco de Itabapoana. A antiga Igreja, que ficava no exato local onde se encontra a nova, foi considerada na época, como um templo de construção superior e vasto para aquele tempo. Francisco José Rodrigues Fernandes, foi quem, em 1853, financiou a construção da Igreja

ESCOLA SERÁ CONSTRUÍDA EM TRAVESSÃO DE BARRA

Prefeito Pedro Cherene, acompanhado do Secretário Municipal de Planejamento e Obras, Roberto Pinheiro Acruche e da Secretária de Educação, Adriana Coelho, esteve em Travessão de Barra, onde informou a comunidade que no início de 2008 estará sendo construída na localidade uma moderna escola municipal. Roberto Acruche fez a exposição do projeto, datelhando todos os seus pontos, o que muito agradou aos presentes.

REPRESENTANDO O PREFEITO PEDRO CHERENE


Roberto Acruche, representando o Prefeito de São Francisco de Itabapoana, Pedro Jorge Cherene, esteve na PETROBRAS em Macaé, onde assinou convênio com aquela empresa, que estará viabilizando projeto que beneficiará propostas da Associação de Moradores de Carrapato

ISSO É TRABALHAR POR SÃO FRANCISCO




ASFALTAMENTO DA LOCALIDADE DE BREJO GRANDE - FOI UM DESAFIO VENCIDO.

ESTA TEM SIDO A MINHA SINA!


TRABALHAR POR SÃO FRANCISCO E SEU POVO...
Esta tem sido a minha luta e a minha história!
Muitos falam! Só falam! Poucos são os que realmente fazem.

ANOS 1970 - RUA JOAQUIM DA MOTA SOBRINHO (Histórias de São Francisco)



Estas fotografias mostram São Francisco de Itabapoana, ainda distrito, no início do ano de 1970. (Atual Rua Joaquim da Mota Sobrinho).
A Esquerda vemos o portão aberto, onde está estabelecido agora Souza & Araujo Materiais de Construção; em frente: Terezinha Magazine.
Na foto a direita, vemos uma pequena casa, onde foi posteriormente construído o shoping Mascor Gantos e funciona a Câmara Municipal.

SE EU PUDESSE...



Por esta porta (primeira)adentrei,no mês de março de 1949, com quatro anos de idade, a sala de aulas, onde fui alfabetizado.
Se eu pudesse, compraria este imóvel, ainda existente na Rua Joaquim da Mota Sobrinho, em São Francisco, o restauraria, e instalaria alí, à memória histórica do Município; pois, além da lembrança, de ter sido alí alfabetizada uma geração que marcou sua época, seria preservada como a mais antiga sala de aulas existente no Município.

ORGULHO-ME PODER CONTAR A HISTÓRIA DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA.



Todo sanfranciscano deveria conhecer a história de sua terra!

Área situada em Barra do Itabapoana, onde provavelmente tenha sido edificada a Vila da Rainha.



Vila da Rainha edificada por Pero de Góis em 1538 nas proximidades do rio Managé (agora Itabapoana). Primeiro núcleo habitacional e marco da colonização do território do hoje Município de São Francisco de Itabapoana



Apesar de haver divergências entre os historiadores quanto à localização exata da “Vila da Rainha”, e certamente elas continuarão a existir, conclui-se, no entanto que o mais provável é que tenha sido exatamente nas proximidades do Rio Managé, (hoje Itabapoana), pois os únicos documentos autênticos da época, que fazem referência a Vila da Rainha, dão por assim entender, são duas cartas de Pero de Góis enviadas a Martin Ferreira, seu sócio, em 18 de agosto de 1545 e ao Rei de Portugal D. João III em 29 de abril de 1546, com o seguinte teor: “Fiqua o primeiro engenho daugoa com oitocentas braças de três levadas de palmos sos em largo e três em fundo por terra muito chãa e sem trabalho e trazem na á borda do Rio sobre hum outeiro...digo que isto neste próprio rio de Manajé donde estou o qual vem nelle dar outros rios... desta sua vyla da Rainha oje 18 de agosto de 1545.”
Também assim entenderam os historiadores Fernando José Martins ‘seu descobrimento e primitiva fundação prende-se ao tempo do estabelecimento de Pero de Góis, pois que a mui poucas braças da barra deste rio para o sul fundou aquelle capitão a primeira povoação de sua capitania’ “História do Descobrimento e Povoação de São João da Barra e Campos dos Goytacazes” em 1868; Alberto Lamego, quando escreveu ‘a poucas braças ao sul do Rio Managé’ “Terra Goitacá” em 1913; Alberto Ribeiro Lamego, “O Homem e o Brejo”, em 1945 ao dizer que o donatário ‘em 1538 finca esteios do primeiro vilarejo ao sul de Barra do Itabapoana’, e João Oscar em “Apontamentos para a História de São João da Barra” em 1976.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE



“Um preito de amor a
São Francisco de Itabapoana”

Dizer que sou um apaixonado por esta terra é tornar-me repetitivo.
E este amor que é grande, que me impulsiona, me move, que já me proporcionou tantas alegrias e tristezas, prazeres e dores; em verdade, eu mesmo não sei dimensioná-lo, não sei como explicá-lo.
Mas quero continuar assim. Sentindo esta força que brota do coração e nela encontrar a energia que me conduz a imaginar que minha vida aqui é mais que uma opção

SOLENIDADE DE PREMIAÇAO DOS JOGOS FLORAIS - A MAIOR FESTA CULTURAL JÁ REALIZADA NO MUNICÍPIO - PARTICIPAÇÃO NACIONAL - VEJA FOTOS









ROBERTO ACRUCHE SENDO HOMENAGEADO



Mural criado destaca as obras culturais de Roberto Acruche. Uma linda homenagem que o escritor recebeu, deixando-o comovido.

ILHA DA CONVIVÊNCIA



A Ilha da Convivência com sua beleza natural é um paraiso dentro do território do Município de São Francisco de Itabapoana. Sua história e suas lendas não podem ser esquecidas.

MINHA TERRA TAMBÉM FAZ PARTE DA HISTÓRIA DO BRASIL



É com muita alegria que tomo conhecimento que a cada dia vem crescendo a procura do Livro que lancei, denominado, "MINHA TERRA TAMBÉM FAZ PARTE DA HISTÓRIA DO BRASIL" e ainda, dos comentários e elogios que estão sendo dados a obra. A Edição está por esgotar, restando apenas poucos exemplares. Propagar a minha terra, é a realização de um sonho. Acabo de receber mais um convite para palestrar em mais uma Escola na Cidade de Campos dos Goytacazes, o que é uma honra.

POETA ANTONIO ROBERTO FERNANDES SE ENCANTA COM LAGOA DOCE


Poeta, escritor, médico, Antônio Roberto Fernandes ficou encantado com a Praia de Santa Clara e falou: Vou trazer a minha familia para participar desta maravilha!

A UBT EM SÃO FRANCISCO


Desde que assumiu a Delegacia da União Brasileira de Trovadores em São Francisco de Itabapoana, Roberto Acruche vem mantendo contado com diversas seções da UBT no Brasil, fazendo ampla divulgação do Município, inserindo-o nas páginas cultural de diversos jornais, boletins voltados para a literatura, e inúmeras páginas da internet, também destinada a eventos e promoções culturais.
Nesta Foto: Roberto Acruche e o Presidente da seção da UBT em Cambuci, na praça da cidade (São Francisco) destacando a logomarca da mais ramificada instituição literária do Brasil.

ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS (A. A. DE ASSIS)

Antônio Augusto de Assis, Professor do Departamento de Letras da Universidade Estudual de Maringá - Paraná; Integrante da Academia de Letras de Maringá e da União Brasileira de Trovadores -UBT (seção Maringá), escritor, poeta, autor dos versos da Missa em Trovas, premiadíssimo em vários concursos de âmbito nacional e internacional, foi também um dos participantes premiados dos I JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA-RJ.


Prezado Trovador Roberto Acruche,

Recebi sua correspondência dando conta de que uma de minhas trovas foi premiada nos I Jogos Florais de São Francisco de Itabapoana e convidando-me para participar da festa programada para o dia 1º de dezembro.
Fiquei muito feliz, especialmente por se tratar de uma cidade próxima ao meu berço natal - São Fidélis. Todavia, devido à longa distância da cidade onde moro e a uma série de compromissos assumidos para a mesma ocasição, peço-lhe que me perdoe a ausência.
Solicito-lhe que, se possível, me faça representar pelo meu querido amigo e conterrâneo Antônio Roberto ou pelo igualmente estimado amigo Diamantino Ferreira.
Daqui de longe, fico torcendo para que tudo saia como você sonhou.
Fraterno abraço.
A. A. de Assis

ROBERTO ACRUCHE RECEBE CONVITE ESPECIAL DO IEF-RJ

En: Convite Especial – Resultados da Oficina Participativa da Unidade de Conservação de Guaxindiba (Mata do Carvão)


O Instituto Estadual de Florestas/ IEF-RJ, convida por meio deste ao senhore para participar da Reunião, onde serão apresentados os Resultados da 1° Oficina de Gestão Participativa da Unidade de Conservação da Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba – UC. EEEG (realizada no dia 11 de outubro de 2007) e discussão a respeito dos potenciais parceiros para apoiar a Gestão da Unidade de Conservação.

O evento realizar-se-a às 14:00 hs do dia 10 de Dezembro de 2007 no Auditório da Câmara Municipal de São Francisco de Itabapoana, situada na Avenida Edenites da Silva Viana, Nº 107./ Centro. (Antiga Avenida Joaquim da Mota Sobrinho). Altos do Shopping Masgor Dantus – Tel: 22 2789116


Contamos com a sua indispensável presença no dia da reunião e solicitamos confirmação através do presente e-mail ou pelo telefone (21) 95721529/ (22) 92126059.

Vânia Maria Coelho
Administradora da UC. EEEG/ IEF

A POETISA DELCY CANALLES, DO RIO GRANDE DO SUL, ESCREVE EM TROVAS PARA ROBERTO ACRUCHE

I Jogos Florais
daí de Itabapoana,
não esquecerei jamais...
É uma festa soberana!

Uma Menção Especial,
no seu tema: Agricultura,
é uma honra sem igual,
que me despertou ternura!

Roberto Acruche, Obrigada
pela notícia feliz!
Que eu fiquei emocionada,
esta cartrova lhe diz!

Daqui distante dos pagos,
para Itabapoana, envio
um ramalhete de afagos
e, aos trovadores, sorrio!

Sorrio pra agradecer
essa classificação,
que me deu grande prazer,
me fez vibrar de emoção!

Parabéns aos trovadores!
Muito sucesso, desejo!
Aos meus irmãos sonhadores,
a carícia do meu beijo!

Delcy Canalles

EDMAR JAPIASSÚ MAIA, UM DOS POETAS MAIS PREMIADOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, ESCREVE A ROBERTO ACRUCHE

Meu caro Roberto Acruche:

Este e-mail é para me desculpar pelo silêncio em relação a minha presença nessa cidade, a fim de participar das solenidades de encerramento dos I Jogos Florais. Acontece, caro irmão poeta, que, antes de saber da premiação nesse Concurso de Trovas, recebi o comunicado de premiação em Sete Lagoas e, ao falar com a presidente daquela Seção, CONFIRMEI presença na cidade mineira. Após isso, soube que também estava premiado em São Francisco de Itabapoana e que os eventos seriam nas mesmas datas. Imagine a minha frustração por não possuir o dom da ubiqüidade e poder também prestigiar seu magnífico esforço em organizar e realizar os I Jogos Florais. Minha esperança era de que, a qualquer momento, a Seção de Sete Lagoas transferisse para outra data o evento. Inclusive, estando em Belo Horizonte nos dias 17 e 18, conversei com a presidente da UBT de Sete Lagoas tentando sondar a possibilidade do adiamento. Mas não foi possível obter resposta positiva. Espero, sinceramente, que você me entenda e desculpe pela ausência. Estarei torcendo e tenho a certeza de que os Jogos Florais de São Francisco de Itabapoana, serão cobertos de pleno êxito e se repetirão(de preferência com data exclusiva) por muitos anos. E eu espero estar aí para abraçá-lo e a toda família trovadoresca brasileira.

Ainda que frustrado, abraça-o

Edmar Japiassú Maia

PRESIDENTE DA ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE CAMBUCI EM SÃO FRANCISCO


Roberto Acruche, recebe em São Francisco de Itabapoana, o Presidente da ALAC o poeta, escritor e advogado Dr. Almir Pinto de Azevedo.

PRESIDENTE DA UBT EM NOVA FRIBURGO


Meu amigo, brilhante TROVADOR, presidente da União Brasiselira de Trovadores -UBT (Nova Frigurgo) RODOLPHO ABBUD, acompanhado da esposa, em São Francisco.

A POETISA ALBA HELENA E O SENADOR DA CULTURA AGOSTINHO RODRIGUES


Em São Francisco de Itabapoana no dia 1º de dezembro de 2007

NEIVA FERNANDES NOS JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO

FOTOS DOS JOGOS FLORAIS




TROVAS VENCEDORAS NOS PRIMEIROS JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA









UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES
Delegacia de São Francisco de Itabapoana – RJ

I JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA-RJ

Haverá paz sobre a Terra
saúde e amor com fartura
quando o dinheiro da guerra
migrar para a agricultura
Autor: Antônio Juraci Siqueira – Belém – Pará

O esforço na terra dura
de meu pai agricultor
fez brotar da agricultura
meu diploma de Doutor!
Autor: Arlindo Tadeu Hagen – Belo Horizonte – MG

Qualquer busca de fartura,
quase sempre em vão ocorre...
Pois cuidem da agricultura,
que de fome ninguém morre.
Autor: Fernando Vasconcelos – Ponta Grossa – PR

Quanta lição de grandeza
vem nos dar a agricultura!
Enriquece a natureza,
e traz ao povo a fartura...
Autora: Ivone Taglialegna Prado – Belo Horizonte – MG

Que o mister da agricultura
não traga, em nenhum momento,
mesmo gerando fartura,
selvagem desmatamento!
Autora: Wanda de Paula Mourthé – Belo Horizonte – MG

Terra – bendito seu nome,
sinônimo de fartura;
só quem nunca sentiu fome
menospreza a agricultura!
Autor: Arlindo Tadeu Hagen – Belo Horizonte- MG

Agricultura... ressoa
no mundo a lição que encerra:
-Quem quer ter colheita boa,
primeiro prepare a terra...
Autor: João Paulo Ouverney – Pindamonhangaba-SP

A agricultura caleja
as mãos obreiras, na lida,
mas põe em nossa bandeja
o pão que sustenta a vida.
Autor: José Lucas de Barros – Natal- RN

É pelas “mãos calejadas”
que prospera a agricultura,
mas são as “mãos abastadas”
que têm direito à fartura.
Autora: Maria Lúcia Daloce Castanho – Bandeirantes-PR

Quando a safra é recolhida,
quem planta o bem não se espanta;
na agricultura e na vida
a gente colhe o que planta!
Autor: Pedro Ornellas – São Paulo –SP

Benza Deus a mão do irmão
que, no afã da agricultura,
sol a sol, lançando o grão,
faz do chão brotar fartura!
Autor: A.A. de Assis – Maringá- PR

Cuidar bem da agricultura,
plantar a boa semente,
é garantir a fartura,
que mata a fome da gente!
Autor: Delcy Rodrigues Canalles – Porto Alegre- RS

Agricultura é ciência,
e embora não tendo estudo,
com respeito e paciência
sei que a terra nos dá tudo!
Autora: Neide da Rocha Portugal – Bandeirantes – PR

Agricultor, os teus sonhos
morreram junto à semente?
Enxuga os olhos tristonhos
e semeia novamente!
Autor: Newton Vieira – Curvelo – MG

Na hora da farta ceia,
lembro a Deus, em oração,
o agricultor que semeia
e colhe o trigo do pão..
Autor: Walneide Fagundes de Souza Guedes – Curitiba-PR

Onde Deus pôs mais beleza?
Na face? Creio que não!
Trago comigo a certeza:
Foi dentro do coração!
Autora: Alba Helena Correa – Niterói-RJ

Beleza – é ter a prudência
de uma vida pura e calma,
onde a nossa consciência,
não cria rugas na alma!
Autora: Dilva Maria de Moraes – Nova Friburgo –RJ

Eu vejo em tudo a beleza
vejo Deus a todo instante,
ora olhando a natureza
ora olhando o teu semblante.
Autor: José Moreira Monteiro – Nova Friburgo –RJ

Voltei. Os anos passaram.
Vejo, amor, para o meu gosto,
que nem as rugas tiraram
a beleza do teu rosto.
Autor: Gilvan Carneiro da Silva – São Gonçalo – RJ

Sem a beleza de outrora,
hoje, em ser bom me concentro!
-Melhor que belo por fora...
...é ser “bonito”... por dentro!!!
Autora: Maria Madalena Ferreira – Magé-RJ

Trovadores versejando
com dom divino e fecundo,
com suas mãos derramando
beleza e paz pelo mundo...
Autor: Almir Pinto de Azevedo – Cambuci-RJ

Sua vaidade não prende
tantas graças em você,
porque a beleza depende
dos olhos de quem a vê...
Autor: Edmar Japiassú Maia – Rio de Janeiro-RJ

Não me seduz a beleza
que no teu rosto se espalma:
-Quero é sentir a pureza
da beleza de tua alma!
Autor: João Freire Filho – Rio de Janeiro- RJ

Beleza de mais efeito
que este colar de rainha
não tens aí sobre o peito...
Dentro dele é que se aninha!
Autor: Renato Alves – Rio de Janeiro –RJ

O belo na juventude
traz orgulho, por costume.
Mas beleza sem virtude
é uma rosa sem perfume...
Autora: Ruth Farah Nacif Lutterback – Cantagalo-RJ

Em meu ranchinho pequeno,
tanta beleza se expande,
que o meu riacho sereno
parece que é um rio grande!
Autora: Clenir Neves Ribeiro – Nova Friburgo – RJ

Contemplando a natureza,
eu exclamo embevecido:
“Para ver tanta beleza,
como foi bom ter nascido!”
Autora: Djalda Winter Santos – Rio de Janeiro-RJ

Se o tempo apaga a beleza
do meu rosto, sem piedade,
busco manter sempre acesa
a luz da maturidade.
Autora: Elen de Novais Felix – Niterói-RJ

A beleza enternecida
está no excelso poder,
da vida ganhando vida
na vida de um outro ser!
Autora: Elizabeth Souza Cruz – Nova Friburgo-RJ

Sua beleza dizia:
“Seja o que você quiser!”
Ser Deusa até poderia...
Quis ser apenas mulher!...
Autor: Rodolpho Abbud – Nova Friburgo- RJ


=TEMA: PRAIA - ESTUDANTES

Areia em praia transforma
cada grão num pensamento.
Uma bela plataforma
das impurezas do tempo.
Bruna (CE Ana Nunes Viana) Turma 1001

Fico pela praia andando
lembrando do seu carinho.
Eu notei que estava amando,
cada vez mais seu jeitinho!
Autor: Eloilson Bento ( CE Ercília Muylaert de Menezes) Turma 2001

A praia animada é festa...
Quiosque fica lotado,
turista se manifesta
e carnaval é tratado.
Autora: Flávia da Silva Gomes (CE Ana Nunes Viana) Turma 802

Um lugar maravilhoso
nossa praia, nosso mar.
O aroma é tão gostoso,
nós sentimos pelo ar.
Autora: Juliana (CE São Francisco de Paula) Turma 1002

Queria ser um peixinho
para na praia morar;
e quem jogasse lixinho,
eu pudesse retirar.
Autora: Priscila Belmiro Ferreira (CE Agostinho Crhyzanto de Araújo) Turma 702

Aqui você pode ver
quanto a nossa praia é bela.
Você pode perceber
quanta coisa se revela.
Autor: Carlos Eduardo Soares (CE Agostinho Chryzanto de Araújo) Turma 705

Quando alguém na praia vai
é pra poder se banhar.
Enquanto um da água não sai
outro no sol que ficar.
Autor: Douglas de Oliveira Martins – Gargau.

Ao chegar naquela praia
me encantei só de olhar.
Me deitei naquela areia
e depois fui mergulhar.
Autora: Luana Tannuri Cosme (CE Agostinho Chryzanto de Araújo) Turma 702

Aqui temos praias belas
Visitadas no verão.
Nós gostamos muito delas...
Cem por cento, diversão!
Autor: Rafael Siqueira de Souza (CE Agostinho Chryzanto de Araújo)

Caminhando pela praia
coração em alto mar.
Vida é brisa passageira
Sei que posso te encontrar.
Autora: Suzana da Silva Faria (CE Ana Nunes Viana) Turma 1001

A praia é o lugar da gente,
com muitas coisas legais,
tomar banho alegremente
com ondas grandes demais.
Autora: Keylla M. C. da Silva (CE Agostinho Chryzanto de Araújo) Turma 701

Ao caminhar pela praia
em uma noite estrelada
faz-me lembrar a alegria
de ser uma pessoa amada.
Autora: Letícia Vargas Guimarães (CE Ana Nunes Vianna) Turma 2001

Aquela bonita praia
perfeita pra se viver,
lá eu continuaria
até meu envelhecer.
Autora: Luana Tannuri Cosme (CE Agostinho Chryzanto de Araújo) Turma 702

Eu acordei bem cedinho
Fui na praia caminhar
Decidi parar um pouquinho
Para poder mergulhar.
Autora: Luana Tannuri Cosme (CE Agostinho Chryzanto de Araújo) Turma 702

Nessa praia que é tão linda
que aqui vivo e morrerei
é a praia da minha vida
que eu jamais esquecerei.
Autora: Thaís dos Santos Silva – Rua Maximiliano de Andrade – Barra Velha - Gargaú

POEMA "LUZIA"

LUZIA

Eu a encontrei
numa noite linda,
alegre, repleta de luz e fantasia.
Era carnaval!
E como tal...
Muito samba, festa e folia.
Elevei o braço para dar-lhe a mão
e com o mesmo gesto ela retribuiu.
Bateu mais forte o meu coração!
Pensei logo em beijá-la, abraçá-la;
mas naquele momento
seria atrevimento.
Num gesto, talvez, irrefletido,
espontâneo, ingênuo, ou quem sabe sutil,
ela apoiou a mão em meu ombro!
Simples, comum, natural...
Mas o suficiente para imaginar
a delícia do seu tocar
e fascínio dos seus abraços.
Idealizei apertá-la junto ao meu peito,
para que sentisse o pulsar do meu ser.
Cingir aquele corpo
formoso, escultural, sedutor
me faria sentir frêmito de amor.
Olhei firme em seus olhos
que chamejavam...
Olhei os seus lábios, que estavam
suavemente hesitantes e com um sorriso singelo...
Não resisti à emoção,
à tentação
e audaciosamente a beijei...
Amanheci em seus braços
e mais uma vez a minha mão
deslizou docemente sobre seu corpo
e penetrei em seu paraíso.

Roberto P. Acruche

SOLENIDADE DOS JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA FOI BONITA - CONCORRIDA - O MAIOR EVENTO CULTURAL DA REGIÃO














Foi um sucesso, neste sábado, dia 1º de dezembro, a programação de encerramento dos Primeiros Jogos Florais de São Francisco de Itabapoana.
Desde a concentração na Praça, onde foram expostas as TROVAS VENCEDORAS, recebidas às caravanas, o passeio turístico pela orla, a solenidade no auditório do Colégio Estadual São Francisco de Paula, até a missa celebrada no domingo, dia 02 de dezembro, pelo Padre Fabiano Ferreira; neste ato Roberto Acruche contou a vida de Jesus, em TROVAS, sendo cada uma iniciada em ordem alfabética, de “A” a “Z”, sendo aplaudido de pé pela Igreja, momento emocionante e marcante.
TROVADORES E POETAS premiados, vindos da Cidade de Campos dos Goytacazes, Cambucí, Cantagalo, Nova Friburgo, Niterói e Rio de Janeiro estiveram presentes, juntamente com as autoridades sanfranciscanas: Prefeito Pedro Jorge Cherene; Vereador Fauazi Ribeiro Cherene; Secretária de Educação Adriana Coelho; Secretário de Meio Ambiente Joel Barreto; Secretário de Turismo Efraim Luiz; Tesoureiro da Prefeitura Hipojucan Glória; Dirigentes de Escolas, professores, alunos e integrantes da comunidade que lotaram o auditório da Escola para a grande festa. As Academias de Letras e Artes de Cambucí, Pedralva Letras e Artes e Campista de Letras estavam representadas por seus presidentes e vários acadêmicos e acadêmicas. A Sociedade de Cultura Latina foi representada pelo Senador da Cultura Agostinho Rodrigues. O grande poeta Antônio Roberto Fernandes, atuou como mestre de cerimônias e brindou a todos declamando poesias de sua autoria. Edson Martins, membro atuante da Comissão de Coordenação dos Jogos, e muitos outros, cuja extensão dificulta o registro.
A Banda de Fanfarra, com seu Maestro Fred Wilian, deram um show inesquecível. Os Grupos de Coreografia, vencedores, fizeram linda apresentação; A MUSA Stefany desfilou com toda a sua beleza inspiradora. Uma linda festa! VEJAM ALGUMAS FOTOS! BREVE ESTAREMOS POSTANDO AS FOTOS DA SOLENIDADE DE PREMIAÇÃO.

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online