ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

FELIZ NATAL


FELIZ NATAL
Meus Amigos,
para vocês que fizeram de Jesus o seu guia,
a cada manhã a cada dia
cultivando o amor no coração!
Para vocês, que trilharam por
bons caminhos:
não maltrataram os animais, alimentaram os passarinhos
e repartiram o seu pão!
Para vocês, que souberam ser amigos:
que consolaram, acalentaram e deram abrigo
e que ao inimigo deram perdão!

Para vocês, que irradiaram a esperança;
que tiveram compaixão
que fizeram sorrir uma criança
e aos que precisavam estenderam a mão!

Para vocês, que na pobreza ou na riqueza
na ventura e desventuras do mundo
não perderam a fé, e não levaram a vida em vão!
Para vocês,
que cultuam a tradição do cristão:
na paz, na caridade, no amor e perdão!

FELIZ NATAL PARA VOCÊ MEU AMIGO
PARA VOCÊ MEU IRMÃO!

Roberto P. Acruche

FELIZ NATAL

Como nos anos anteriores, o mês de dezembro chega e começa a transformar a vida das pessoas.
As férias escolares, os projetos de verão são implementados, a ornamentação da árvore de natal, as perspectivas do novo ano que se aproxima, e as festividades natalinas, que inspiram as crianças e os adultos. Mas, o mais importante e ver e sentir nas pessoas a mudança de comportamento; como milagre, elas parecem ficar mais sensíveis, mais amigas e solidarias. E desde os primeiros dias de dezembro, mesmo não havendo maior aproximação ou intimidade entre elas, mal se conhecendo, começam a desejar umas para as outras... FELIZ NATAL, FELIZ NATAL!...
É um dia SANTO; parece até que Jesus renasce a cada 25 de dezembro.

FELIZ NATAL!...

I CAFÉ LITERÁRIO DO DIRCEU


















I Café Literário do Dirceu
As professoras de português – Fernanda, Marlúcia e Celeste – juntamente com o professor de artes Isaac reuniram-se e organizaram o I Café Literário do Dirceu, uma forma dos alunos aprenderem sobre os poetas da literatura brasileira. Foi uma idéia que surgiu há algum tempo e se concretizou nesta quinta-feira (17/11/11).
Os alunos do 2º Segmento desenharam caricaturas dos escritores, cantaram, dançaram e declamaram as obras da nossa rica literatura brasileira, recriando o tradicional Café Literário.
As turmas do 1º segmento do turno da manhã também participaram, se caracterizando com os personagens da literatura infantil.
Foram expostas as salas: "Literatura Infantojuvenil", "Exposição de Peres Dová", "Cultura da Nossa Terra" (com Roberto Acruche) e "Características do Café Literário".
Tivemos como convidados especiais o poeta do nosso município Roberto Acruche, o artista Peres Dová do Centro Cultural Tabernarte, e a nossa Secretária de Educação e Cultura, Yara Cinthia Rocha.


TEXTO E FOTOS extraidos do Blog da Escola Dirceu Dias da Silva - Em Guaxindiba - S. Francisco de Itabapoana-RJ

CAFÉ LITERÁRIO NA ESCOLA DIRCEU DIAS DA SILVA EM GUAXINDIBA

Quero parabenizar a direção, professores e alunos da Escola Dirceu Dias da Silva em Guaxindiba - Distrito de São Francisco de Itabapoana-RJ pela realização do Café Literário, ocorrido na quinta-feira, dia 17/11, às nove horas. Foi uma manhã linda, por tudo que assisti. As declamações, o teatro, a homenagem aos poetas. Agradecer o carinho com que fui recebido por todos, a oportunidade de apresentar alguns dos meus poemas, os aplausos recebidos.
Ainda não tenho as fotos!

MÃOS

MÃOS

Ah! Maldita é a mão que te acaricia,
que te consola, a que te submetes.
Mau grada é a mão que te asfixia,
que te agride e que tanto te entristeces.

Minha mão que te pertenceu um dia,
que te mimava, jogava confetes...
Que te envolvia e que te protegia...
Não suporta os despeitos que refletes.

Quando vejo nos meus sonhos sofridos
tua imagem submetida a outro,
eu escutando os teus gemidos...

Que me martirizam e me deixam louco
e dentro do peito bem comprimidos,
ciúmes que me matam, pouco a pouco.

Roberto P. Acruche


ENCANTO


ENCANTO

Esta poesia que fiz somente para ti

leva em cada palavra um beijo carinhoso,

em cada verso o amor que sinto e é todo teu.

Busco nas estrelas e não encontro o brilho

que vejo em teus olhos.

Olho o luar e não vejo a beleza que tem a tua face.

Não tem o sol o mesmo calor que sinto em teus braços

e nem a brisa a suavidade de tua pele.

Quisera colocar em cada letra o perfume das rosas

para que pudesses sentir o aroma que exala

do jardim que plantei no coração.

Nosso encontro foi perfeito,

a música que só nós ouvimos

ainda está sonorizada em meus sentidos

e o coração ainda bate com a mesma emoção

vibrando forte dentro no peito.

Roberto Pinheiro Acruche

DESCOMPASSO


DESCOMPASSO

Via-te passar, minha linda flor!
Graciosa, seguia em lerdos passos,
deixando meu coração sonhador
sacudindo no peito em descompasso.

Faze de mim, agora, o teu amor...
Agasalha-me com forças em teus braços;
deixa-me abrasar-me com teu calor,
bendizendo os teus beijos e teus traços.

Venha, quero ficar bastante louco,
não vou querer me contentar com pouco,
desejo-te assim, totalmente nua...

Arranque esta veste que te compõe,
livra de tudo que te sobrepõe...
E me exponha esta beleza que é tua.


Roberto Pinheiro Acruche

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online