ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

70 ANOS DA ACADEMIA PEDRALVA LETRAS E ARTES



É para mim uma grande honra, um privilégio presidir uma instituição literária, cultural, artística, que tem uma história de exemplos, virtudes e conquistas. Conhecida no Brasil inteiro, a Academia Pedralva Letras e Artes projetou vários nomes que se destacaram e se consagraram no jornalismo, na área de comunicação, além de escritores, historiadores, poetas, trovadores, professores e artistas. Setenta anos ininterruptos trabalhando projetando a cultura; eu não podia merecer tanto, além de compor o quadro de acadêmicos efetivos dessa valiosa, respeitada, consagrada e douta instituição, ocupando a Cadeira 31, ter a prerrogativa de presidi-la nesta data histórica e comemorativa.
A PEDRALVA conseguiu reunir na sua composição de acadêmicos, amigos e colaboradores, pessoas talentosas, vencedoras, apaixonadas pela cultura e pela arte, que tem alcançado extraordinário reconhecimento, na região e no Brasil!

                                    Roberto Pinheiro Acruche - Presidente
e
 José Gurgel dos Santos* Vice-Presidente; Carlos Augusto Souto de Alencar - Secretário * Roberto Pinheiro Acruche - Presidente
 Roberto Pinheiro Acruche - quando discursava  na Cãmara Municipal de Campos dos Goytacazes reunião Solene
 Thelmo Albernaz * Secretário Adjunto - Graziela Escocard Ribeiro - Diretora do Museu Histórico de Campos dos Goytacazes* Roberto Pinhairo Acruche - Presidente
 Mesa Diretora composta com representantes de diversas instituições literárias e cultural
 José Florentino Salles - Acadêmico cadeira nº 1 e Roberto Pinheiro Acruche
 Grupo de Acadêmicos

 Acadêmico José Florentino Salles recebendo do Presidente Roberto Pinheiro Acruche o certificado de PEDRALVENSE EMÉRITO.

 Acadêmica Heloisa Crespo recebendo do Presidente Roberto Pinheiro Acruche o título de PEDRALVENSE EMÉRITA
 Presidente Roberto Pinheiro Acruche discursando na reunião realizada na Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes
 Cantora Alba Valéria quando recebeu o Certificado de "Amiga da PEDRALVA"
 Diretora do Museu Histórico de Campos dos Goytacazes discursando na Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes homenageando a Academia
 Acadêmico e Secretário da PEDRALVA - Professor e Poeta Carlos Augusto Souto de Alencar
Acadêmico e Vice- Presidente da PEDRALVA - Poeta e Escritor José Gurgel dos Santos

ORAÇÃO DO LAVRADOR


ORAÇÃO DO LAVRADOR
Sinhozinho, 

meu Pai qui intá nu céu
oiai pra essi trabaiadô
qui tanto percisa du Sinhô
di modo vencê as amolação.


Dispois di mais fazê a plantação,
meu Sinhozino, desdi intão,
a chuva deu sumidô,
dexando um rasto di dô,
dirfíci di arguentá.

Essi veio cansado 
di tanto, tanto trabaiar,
num sabe mais
u qui fazê
pra tudinho num perdê,
pra fome afurgentá.

Lá ni nossa paioça
qui fica num meio da roça
Inácia, quí é mais minha muié,
Sinhozinho, sabe comu qui é,
fíca de choradô,
peorcupada cum a situação,
cum um bucadinho de fejão,
quinstá gardado na cutê.

Sinhozinho! Dá dó di vê,
as criação morrê
sem um tiquinho di ração;
u gado num tê o di cumê
di modo subrivivê
mais essa longada solação.

Já fizemo rezadô
pidimu perdão pru Sinhô
prus pecado qui cumetemo.
Só quiinda num sabemo
Si ove escutadô
I purquê
a chuva num chegô
pra moiar essi torrão.

Sarve u gadu qui tá murrendo
sarve tuda nossa prantação
que ti juro di juelho
qui di janero a janero
na capela di São jusé,
qui fica lá nu lugarejo,
eu vô di pé...
tudo fim di sumana,
cendê uma vela,
cum essas mão pocada di calu
dí infrentá o cabu di inchada
di foiça e di inchadão.
Num vô querê mais perdão
Si essa pormessa num cumpri.

Mas Sinhozinho, 
essi povo pobre, tudinhu, 
vai mais fazê uma porcissão
ficá di juelho nu chão
pra modo bendizê a vosmecê
acabá cum essa sofridão.

Nós tudo estamo a crê
qui tudinhu vai acuntecê,
iguarzinho cumo disse São João,
naságua du Jordão;
qui u Sinhô é u messia
qui u Sinhô é munto bão
que veio trazê novu dia
trazê pazi e aligria 
veio, pra norsa sarvação!...

Roberto Pinheiro Acruche


Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online