ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

MINHA POESIA




AO TE VER PASSAR

 
Tu és muito bela; e bem sabe disso!
Quantos olhares tu finges não ver?
A tantos provoca com o teu feitiço...
E vaidosa, se preenche de prazer.

 
Quando tu passas faz um rebuliço;
-Gostosa! Logo escuta alguém dizer...
Envaidecida, vai sem compromisso,
seguindo e fingindo não perceber.

 
Quantos te levam na imaginação
e longe se esvaí da excitação
sem que tu de nada venhas saber!

 
Provocante, continua passando;
e de gostosa, outros vão te chamando,
se deleitando mesmo sem te ter.
Roberto P. Acruche




DESCOMPASSO



Via-te passar, minha linda flor!
Graciosa, seguia em lerdos passos,
deixando meu coração sonhador
sacudindo no peito em descompasso.

 
Faze de mim, agora, o teu amor...
Agasalha-me com forças em teus braços;
deixa-me abrasar-me com teu calor,
bendizendo os teus beijos e teus traços.

 
Venha, quero ficar bastante louco,
não vou querer me contentar com pouco,
desejo-te assim, totalmente nua...

 
Arranque esta veste que te compõe,
livra de tudo que te sobrepõe...
E me exponha esta beleza que é tua!

 
Roberto P. Acruche


INCOMPARÁVEIS DIAS


 
Imperturbáveis foram os dias
De paixão e amor desmedido
Que rasgamos nossas fantasias
Num encontro de ternura vivido.

 
A imensidão daqueles momentos
De aspiração e sonhos realizados
Avivam nos meus pensamentos.
São a todos os instantes lembrados.

 
Ocasião incomparável, agora saudade!
Dos delíquios arrebatadores
Convividos com tanta intensidade

 
A imagem da mulher atraente
Dos aconchegos, fascinante, envolvente...
Verdadeiro encontro com a felicidade...

 
Roberto Pinheiro Acruche



BEIJA-ME

 
Beija-me com esses lábios sedutores,
quero sentir a doçura de tua boca.
Beija-me com esses lábios dourados,
venha, beija-me, estou alucinado,
para tocá-los com os meus.

Beija-me com esses lábios quentes,
me dê um beijo ardente,
livra-me dessa loucura,
desse desejo insano.

Quero beijá-la com paixão,
quero beijá-la com ternura;
livra-me dessa amargura,
de viver, dormir, sonhar e acordar
imaginando o deslumbramento
de ganhar os beijos teus....

Beija-me!...

Roberto P. Acruche





FOGO DE PAIXÃO


Não me importa que sejas falsa,
traiçoeira, fingida, sem nada no pensamento
e que só queiras amor por um momento.

O que eu quero e me queimar nesta fogueira
me torrar uma noite inteira
até que faças de mim, carvão!

Não necessariamente
na noite de São João,
não importa o dia, o mês a estação...

O que eu quero e me arder de paixão.

Roberto P. Acruche




AMOR MAIOR

Amor maior que habita em minh’alma
santos são Teu caminho e Tua verdade,
livra-me do mal e salve a minh’alma,
perene seja a Tua glória e vontade.

 
Tu és o alimento santo de todos os dias,
o perdão do pecado original,
o vinho que sacia a minha sede,
o meu escudo contra todo o mal.

 
Provoque-me e tente-me com a Tua palavra,
que esta tentação esteja sempre em mim,
não deixe o destino me apartar de Ti...

 
Que eu não ofenda e nem seja ofendido
que em cada ser encontre um amigo,
não sinta ódio por ninguém;
e que assim seja consecutivamente...

 
Roberto Pinheiro Acruche




CAMINHOS

Caminhos... Caminhos!
Cada um com a sua história,
cada um com um destino!...

Caminhos que levam e trazem;
caminhos cruzados, esquecidos, abandonados;
caminhos que se encontram;
caminhos que se perdem!...

Caminhos do medo, da incerteza e da revolta;
caminhos dos enganos e dos desenganos,
onde durante anos aguardei a sua volta!...

Caminho da insensatez, da vaidade;
pelo qual você foi
deixando de vez
um peito angustiado,
sofrendo de saudade.

Roberto Pinheiro Acruche

0 comentários:

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online