ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

MEU VIOLÃO


MEU VIOLÃO

Violão, meu inseparável amigo, violão...

Eu queria cantar uma canção

para consolar este coração apaixonado,

que bate no peito, amargurado,

pela ausência do seu grande amor.

Violão, cante comigo uma canção,

para que esta ausência não seja ainda,

tão mais sentida...

Socorra-me, salve a minha vida

que está se afogando no pranto da solidão.

Violão, por minha amada, já não durmo,

minhas noites de lirismo e poesias

já não existem mais.

Nas taças de conhaque perdi meu rumo...

Nas madrugadas, enredado na fumaça

dos cigarros que fumo,

fico pensando no meu amor, na minha paixão...

Recordo quando você, comigo, para ela tanto cantou...

Diga-me depressa, violão,

que canção eu canto agora

para aquela mulher, que nuca mais voltou?

Roberto Pinheiro Acruche

0 comentários:

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online