ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

FORÇANDO A BARRA

Estão insistindo comigo, para que eu volte a tomar posição política. Estão com saudades do meu estilo; veemente, determinado, sério, nunca fugindo da verdade! Fico lisonjeado! A pressão é grande, mas continuo resistindo. São insistentes os convites para participar de reuniões dentro e fora do Município. Diariamente tenho ouvido queixas, lamentações, denúncias e querem a minha opinião. Desde quando, iniciei a minha participação na vida pública, não mudei de conduta. Nunca coloquei meus interesses pessoais acima dos interesses da população e do Município. Nunca fiquei em cima do muro. Sempre atuei de forma franca e convicta. Concordando e discordando, assumindo posições de acordo com as minhas convicções sem qualquer temor. Tive sim, muitas decepções; muitas vezes fui impedido de levar avante propostas de interesse público. Ouço falar hoje, de muitos projetos como se fossem novidades, coisas que a tempo defendi, chamei atenção e propiciei; vários foram engavetados, agora estão sendo desarquivados sem que tenham a decência de informar a sua origem. Posso afirmar, bem alto e em bom som, que dei minha contribuição na maioria das realizações efetivadas em nosso Município de São Francisco de Itabapoana, e mais, se tivessem me ouvido, seguido as minhas opiniões estaríamos em outro estágio de desenvolvimento. Dediquei muito mais a minha vida aos interesses coletivos do que aos meus próprios. Nunca digo que desta água não beberei, porém preciso e pretendo voltar as minhas ações para a minha existência, dedicar-me mais as atividades literárias, divulgar os mais de 600 poemas, sonetos e a mais de 500 trovas de minha autoria, dedicar-me mais as atividades acadêmicas, já que recentemente fui eleito Vice-Presidente da Academia Pedralva Letras e Artes, cuja posse está prevista para o dia 6 de março, tenho convite para integrar-me a mais 4 outras Academias de Letras (dentro e fora do Estado) e sou Delegado da UBT - a mais ramificada instituição literária do País. Infelizmente, na minha terra, na verdade, isso ocorre também em outros lugares, você não é avaliado por sua conduta, experiência, conhecimento, competência e dedicação ao trabalho; não professando a mesma religião e torcendo pelo mesmo clube, você é ninguém. E muitas das vezes, mesmo professando pela mesma religião e torcendo pelo mesmo clube, você é combatido e travado pela mediocridade. Mesmo sentindo em determinadas horas, certa revolta, por ouvir tanta mentira, demagogia, desrespeito ao povo e falsidade, pois conheço muito bem alguns elementos que "cospem em cima" e depois vem com lencinho e perguntando: Quem fez isso? Lastimável!...
Peço desculpas aos amigos e visitantes deste Blog, que é literário, por haver saido do seu principal e único objetivo, infelizmente precisei usar deste meio de comunicação para fazer esta manifestação.

0 comentários:

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online