ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE PROCLAMADO INTELECTUAL DO ANO DE 2014.

DICIONÁRIO D RIMAS


Roberto Pinheiro Acruche

 

DICIONÁRIO De rimas - LINGUA PORTUGUESA - BRASIL -

A trova tomou-me inteiro,

tão amada e repetida,

que agora traça o roteiro

das horas da minha vida!

Luiz Otávio

Terminação: á

Ababá¹ – S. m. 1. Bras. Gíria. Alguidar. - Ababá² - 1. Bras. S. Indivíduo dos ababás, tribo indígena tupi-guarani que habitava as cabeceiras do rio Corumbiara (MT)

AbacáS. m. 1. Botânica. V. Cânhamo-de-manilha; planta do mesmo grupo da bananeira, da família das musáceas. [SINÔNIMOS] Bananeira-de-corda.

AbadáS. m. 1. Bras. BA Popular. Camisolão comprido e folgado de mangas curtas, usado pelos negros malês, nagôs, parecido com o traje nacional da Nigéria. 2. Por extensão. BA.  Espécie de blusa ou bata larga e solta, usada pelos foliões de blocos carnavalescos

AbatiráS. m. 1. Bras. Indivíduo dos abatirás, tribo indígena que habitava a antiga capitania de Porto Seguro.

AcáS. m. 1. Bras. Árvore da família das sapotáceas; dotada de frutos, abiu-do-mato. Advérbio. 2.  Antigo. Cá.

Acaiá S. m. 1. Cajazeira.

Acaná S. f. 1.  Bras. Frango-d’água.

Açaná S. f. 1. Bras.  Frango-d’água.

Acará¹ – [Do tupi aka’ra] S. m. 1. Bras. Peixe da família dos ciclídeos, pertencente a diversos gêneros e espécies, que corre da BA ao RS, o mais comum do Brasil. Os acarás caracterizam-se por cuidarem da prole, chegando mesmo a esconder os alevinos na boca quando ameaçados. [SINÔNIMOS] Acarajé. Cará. Acaratinga, papa-terra. Buvuari. (A)carapeba. - Acará² - S. m. 1.  Bras. Folclórico. Pedaço de algodão embebido em azeite-de-dendê e em chamas, que, nos candomblés se põe na palma das mãos ou se faz que o ingiram as pessoas de quem se suspeita estejam simulando possessão; prova; confirmação de possessão.

0 comentários:

Quem Sou eu

Eu sou um caso,
um ocaso!
Eu sou um ser,
sem saber quem ser!
Eu sou uma esperança,
sem forças!
Eu sou energia,
ora cansada!
Eu sou um velho,
ora criança!
Eu sou um moço,
ora velho!
Eu sou uma luz,
ora apagada!
Eu sou tudo,
não sou nada!
Roberto P. Acruche

ESCREVA PARA MIM!

rpacruche@gmail.com
Visitas

free counter
Orbitz Cheap Ticket

Visitantes Online